Dia-a-DiaMato GrossoVariedades

Passageira que veio da África do Sul é monitorada e segue em quarentena em VG

Powered by WP Bannerize

Passageira que desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, nesta segunda-feira (30), vinda da África do Sul, está sendo monitorada pelos órgãos de vigilância sanitária e saúde diante da alta transmissão da variante ômicron do coronavírus no país.

 

Ela está em quarentena na casa da mãe, no mesmo município e testou negativa para a covid-19 em todos os testes que fez e segue sem sintomas. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, em entrevista ao programa A Tribuna, da Rádio Vila Real.

 

“A Anvisa comunicou ao Governo do Estado, que nos comunicou. Estamos, junto com a Secretaria de Estado, fazendo o monitoramento ostensivo. Ela foi identificada, estivemos na casa, e ela está sem sintomas. Ainda assim, fizemos todos os testes e eles deram negativos”, disse o secretário.

 

Mesmo assim, o protocolo segue o mesmo. A mulher está em quarentena de 14 dias. Ela que é de Várzea Grande, se mudou para a África do Sul e agora retornou para buscar os filhos, que estavam morando com a avó.

 

“Infelizmente, mudamos toda a rotina dela. Mas, precisamos da colaboração, não só dela, mas de toda a família, que também está sendo monitorada. Não só a família, mas todos que tiveram contato com ela, que segue em quarentena até o dia 13 de dezembro”, contou o secretário.

 

Por fim, ele ressaltou a importância da vacinação para proteção e combate à pandemia. “Em Várzea Grande estamos fazendo tudo com base na ciência. Não é polícia, não é ação administrativa. Nossas ações são com base na ciência e temos muita cautela. A ciência é quem decide os passos que devem ser seguidos”, finalizou.

Fonte: Gazeta Digital

Powered by WP Bannerize

Botão Voltar ao topo